sexta-feira, 30 de novembro de 2007

MÁRIO DE ANDRADE - SUPORTE DO MODERNISMO

(Foto reprodução - Acervo IEB-USP)



Mário de Andrade foi realmente o personagem principal do Movimento Modernista iniciado em 1917, na cidade de São Paulo, com a Exposição da pintora Anita Malfatti. Ele conseguiu arregimentar todas as pautas pertinentes ao Movimento. Independente de conseguir manter o grupo dos principais personagens modernistas: Menotti Del Picchia, Guilherme de Almeida, Anita Malfatti, Tácito de Almeida, Oswald de Andrade - vindo depois: Victor Brecheret, Tarsila do Amaral, Lasar Segall, Sérgio Milliet, Pagu, etc., Mário conseguiu manter-se fiel às ideias iniciais (se é que tinham um programa ideológico pré-definido) para que o modernismo conseguisse chegar ao índice de repercussão e atenção que chegou. Juntamente com Manuel Bandeira, Paulo Duarte, Guilherme e outros que foram se agregando, Mário conseguiu expor ao mundo da literatura e das artes as suas ideias, planos e projetos, que culminaram adjetivos para defini-lo, como o mais famoso deles: "Mário de Andrade: papa do Modernismo Brasileiro". 
E assim, com as ideias de Mário, a Exposição Retalhos do Modernismo começou a montar seu acervo, hoje vastíssimo, que consegue, graciosamente, oferecer ao estudante interessado no assunto e a todos que se interessam pelo tema, um vasto material para pesquisa, estudo e discussão. Basta apenas interagir. E, para que isso seja possível, foi criado o Blog Retalhos do Modernismo.